rs.abra

Durante a cerimônia de abertura, realizada na terça-feira (26), representantes da Abrasel reforçaram a missão da Associação em construir um Brasil Novo

A solenidade de abertura do 33º Encontro Nacional Abrasel, na noite da última terça-feira (26), foi marcada por discursos em defesa do desenvolvimento do setor de alimentação fora do lar e do turismo. O encontro, realizado no auditório do Wish Natal Resort, em Natal, reuniu associados, parceiros, líderes empresariais e autoridades do poder público.

O anfitrião do evento, presidente da Abrasel no Rio Grande do Norte, Artur Fontes, abriu a cerimônia apresentando dados da alimentação fora do lar que reforçam o impacto do setor para a Economia e a evolução social do País. Artur também citou a dificuldade de se empreender no Brasil e manifestou a missão da Associação em mudar este cenário: “O jeito de ser Abrasel é construir um país que seja socioeconomicamente mais justo e que ofereça qualidade de vida aos cidadãos. Um Brasil onde empreender seja mais simples. Estamos presentes nos 5.570 municípios brasileiros e temos trabalhado incansavelmente para tornar isso possível”.


Logo em seguida, o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, complementou o discurso: “Acreditamos que esse Brasil Novo será construído das cidades para a administração central e não mais com soluções que venham de cima. As cidades que buscamos são sociodiversas, multifuncionais, seguras, com comércio pujante e justos”.

Solmucci também citou a necessidade de trazer os comerciantes informais para a legalidade e saudou o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) por sua atuação na aprovação da Reforma Trabalhista e o trabalho intermitente. “Como empreender dentro da lei, com produtividade, gerando riquezas e empregos com uma legislação trabalhista que não acomodava o desafio da sazonalidade? Amarras como essas têm sido identificadas e trabalhadas com muita intensidade pela Abrasel”, defende.

O presidente citou ainda a atuação da União Nacional de Entidade do Comércio e Serviços (Unecs), da qual a Abrasel faz parte, nos debates para simplificar o empreender no País. “Acreditamos que o Brasil Novo precisa de um enfrentamento das nossas mazelas, como a verticalização do sistema bancário, que hoje nos coloca nas mãos de um grupo de bancos que controla todos os meios de pagamento. Junto com a Unecs temos hoje uma ação no Cade; nós trouxemos esse debate para o País, assim como o trabalho intermitente”, defende.

O representante nacional da Abrasel falou ainda sobre a importância da seccional potiguar na história da entidade, ressaltando o forte potencial turístico da região.

Também estiveram presentes, compondo o dispositivo de honra, o vice-governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto, representado a governadora Fátima Bezerra; o secretário municipal de Turismo, Fernando Fernandes, representando o prefeito de Natal, Álvaro Dias; o deputado estadual Hermano Morais, representando a Assembleia Legislativa do RN; a secretária de Turismo do Estado, Ana Maria Costa; o vereador Felipe Alves; representando a Câmara de Vereadores de Natal; o presidente da Fecomercio RN, Marcelo Queiroz; o diretor e superintendente do Sebrae RN, Zeca Melo; o presidente do Conselho de Administração da Abrasel, Paulo Nonaka; e o líder do Conselho Nacional da Abrasel, Newton Pereira.

Após a cerimônia, os convidados tiveram acesso à feira com expositores associados e logo em seguida foi servido um coquetel à beira da piscina.

O evento contou com o patrocínio da Ambev, Fecomércio RN, Prefeitura de Natal, Sebrae e Souza Cruz.

Comentários